sábado, 11 de março de 2017

Rondesp/Oeste apreende mais de 30 Kg de cocaína pura avaliada em mais de 500 Mil

No inicio da tarde desta terça-feira (07-03-17), policiais da Rondesp em patrulhamento de rotina na cidade de Barreiras, a 863 quilômetros de Salvador, foram informados que suspeitos de um homicídio no bairro Sombra da Tarde fugiram em direção a Cidade Nova. Imediatamente, foi feita a investida e o veículo utilizado no crime, um Renault Fluence preto, localizado próximo a uma residência. Os bandidos conseguiram escapar.

Segundo informações da polícia, após os militares da Rondesp adentrarem no interior da residência, foram encontrados 30 quilos de cocaína pura distribuídos em 28 barras. Toda a droga está avaliada em R$540 mil, considerando que cada quilo custa R$18 mil no mercado da bandidagem. De acordo com um dos policiais, que não quis ser identificado contou que, após ser misturada com outros componentes e revendidas, o lucro triplica, ou seja, pode chegar a R$1,6 milhão.

Ainda de acordo com os militares, foram apreendidos também quatro pistolas; 69 munições; 12 conjuntos de roupas pretas (camisa de manga longa, calca de moletom e balaclava), 5 liquidificadores industriais, ventilador, 3 litros de éter alcoolizado, uma pistola à jato contendo éter alcoolizado, 3 sacos de ácido bórico totalizando 70 quilos, duas balanças digitais, calculadora, fogão industrial, duas espátulas, prensa hidráulica, 4 formas de prensa e uma trena.

“Existe a suspeita que o laboratório de produção de cocaína pertencia ao traficante conhecido como “Nego Jó”. Uma investigação aponta ainda que a quadrilha do traficante seria responsável pela morte do bombeiro militar conhecido como J. Carlos, que foi assassinado no dia 02 de março. Na ação, os bandidos usavam roupas pretas e balaclavas semelhantes as que foram apreendidas”, indagou um dos militares, que também não quis ser identificado.

Em entrevista ao Informe Baiano, o coordenador da 11ª Coordenadoria de Polícia do Interior, delegado Rivaldo Luz, explicou que, “a quadrilha tem ramificação em todo Oeste e no Centro-Oeste baiano, principalmente nos municípios Irecê, Santa Maria e Barreiras. São duas quadrilhas brigando pelo tráfico de drogas. A vítima do homicídio era ligada a roubo a banco e seus comparsas também foram mortos ultimamente”, finalizou. 
Texto Polícia é Viola com informações do Informe Baiano
Loading...