sexta-feira, 17 de março de 2017

Jovem do Capixaba é acusado de anunciar bebê em site de compra e venda

Um jovem de 19 anos, é acusado de anunciar o sobrinho de dois anos em um site de compra e venda. O menino seria vendido por R$ 750. A publicação, de acordo com a polícia, foi feita no final de janeiro deste ano. Um procurador da Justiça do Estado tomou conhecimento do caso e acionou o delegado Lorenzo Pazolini, da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente.
“Constatamos no inquérito policial a veracidade dos fatos, visto que o anúncio havia sido feito no site e a criança estava à venda. Conseguimos chegar até o responsável por essa conta, um senhor de 59 anos, que alegou não ter nenhum conhecimento dos fatos, o que foi confirmado posteriormente”, relatou o delegado.
A conta utilizada para fazer o anúncio era de um homem de 59 anos, mas os policiais contaram que era o jovem, sobrinho dele, que utilizava. Ele é namorado da tia da criança e, em depoimento, confessou ser o autor da publicação. O acusado disse que tudo não passou de um mal entendido.
“Ele alegou em sua defesa que aquilo seria um mal entendido. Que na verdade ele não queria entregar a criança. Ele fez o anúncio, mas que não era para efetivação. Ele não entregaria a criança. Mas nós sabemos que no fundo essa possibilidade existia, tanto que ele postou e recebeu propostas pela entrega da criança”, explicou Pazolini.

Segundo a polícia, a mãe do bebê não sabia de nada. Ela só tomou conhecimento da situação ao ser chamada para prestar depoimento na delegacia. A mulher se mostrou, segundo o delegado, bastante revoltada e disse que deixava o menino com a irmã porque trabalha durante o dia, mas garantiu que não fará mais isso. 
A publicação já foi retirada pelo próprio site, após uma denúncia feita por uma conselheira tutelar. O que mais chamou a atenção da polícia foi o fato do anúncio ter recebido duas ofertas. 
O jovem de 19 anos não foi preso, mas será indiciado por dois crimes do Estatuto da Criança e do Adolescente. 
Loading...