quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Adolescente de 16 anos é obrigada a ficar de joelhos antes de ser executada em Irecê

Uma adolescente de 16 anos foi executada na cidade de Irecê, no Centro Norte da Bahia, oito dias após o assassinato do namorado dela. De acordo com a delegacia de Polícia Civil, Luiza Pereira Martins estava em uma rua no bairro Lagoa do Ibiri quando foi abordada por dois homens em uma motocicleta.

Eles mandaram a menina a se ajoelhar e atiraram na cabeça dela. O crime, que aconteceu na noite do sábado (19), ocorreu pouco mais de uma semana após o assassinato do namorado de Luiza, Glauberton Belé dos Santos e de um amigo do casal, um rapaz de 19 anos. A polícia acredita que os três crimes estejam relacionados. "Tudo indica que os meninos eram o alvo, e ela foi a queima de arquivo porque sabia de tudo", disse ao Jornal Correio uma funcionária da delegacia de Irecê, que preferiu não se identificar. 

Os crimes também aconteceram em circunstâncias semelhantes. Assim como Luiza, Glauberton foi executado por dois homens em uma motocicleta na Praça Ayrton Senna, no dia 11 de dezembro.

No dia seguinte, Elielson Oliveira da Silva, amigo do casal, foi assassinado da mesma forma em uma localidade conhecida como Rua da Estrela. Ainda segundo informações da polícia, a principal linha de investigação aponta que os rapazes se envolveram em uma discussão com um outro morador da cidade, que teria ordenado a morte dos três jovens. Os suspeitos do crime ainda não foram identificados, e o motivo da discussão não foi divulgado pela delegacia de Irecê, que investiga os homicídios. //Informações do Correio24h
Loading...