sábado, 18 de fevereiro de 2017

Disputa territorial entre facções pode ter motivado chacina no bairro Porto Alegre I, em Porto Seguro

Resultado de imagem para Disputa territorial entre facções pode ter motivado chacina, diz delegado
Uma disputa territorial entre duas facções criminosas pode ter motivado a chacina do início do mês no bairro Porto Alegre I, em Porto Seguro. De acordo com o delegado regional Moisés Damasceno, cinco dos mortos moravam antes no bairro Campinho, onde há uma facção criminosa e pelo simples fato de se mudarem para o Porto Alegre I, onde o domínio é de outra organização criminosa, "já seria motivo suficiente para a chacina, na visão deles”. Nenhum dos oito mortos tinha envolvimento com crimes.

Suspeito de ter comandando o massacre, Antônio dos Reis de Jesus, 38 anos, foi preso na segunda-feira (13) na cidade de Buerarema, sul do estado. "Esse inquérito da chacina ainda não foi concluído, mas diversos depoimentos apontam Dos Reis com um dos envolvidos. Ainda existem dúvidas se ele participou diretamente das execuções ou se simplesmente mandou", afirmou o delegado Moisés Damasceno. Conforme o delegado, Dos Reis foi preso por conta de dois mandados de prisão, de outro inquérito policial, onde é acusado de dois homicídios.
Resultado de imagem para Disputa territorial entre facções pode ter motivado chacina, diz delegado
Na mesma ação, a Polícia Civil apreendeu, em dois locais diferentes no Baianão, em Porto Seguro, armas, drogas, explosivos e detonadores, normalmente utilizados em explosões de caixas eletrônicos. Conforme o delegado, uma perícia pode determinar se as armas foram utilizadas nos assassinatos. Ainda de acordo com ele, as investigações prosseguem, no sentido de identificar os demais bandidos que participaram da chacina.


Entre as vítimas da chacina, havia filhos de policiais civil e militar, um cabo da aeronáutica e um estudante universitário. Fonte Radar64
Loading...