quinta-feira, 6 de Junho de 2013

Funcionário da Ceplac morre em batida violenta na BR-101

A batida de um carro e uma carreta, na tarde desta quarta-feira (5) na BR-101, a oito quilômetros de Itabela, deixou uma pessoa morta. O automóvel que seguia em direção à cidade de Eunápolis era dirigido pelo servidor público federal Jéferson Ferreira Santos, 50 anos.
Com o impacto, o automóvel dele rodou na pista e subiu em um barranco. Jéferson ficou preso nas ferragens.  Foi um resgate difícil. Policiais rodoviários federais e socorristas do Samu passaram mais de uma hora tentando retirá-lo do veículo.

As duas pernas do motorista estavam fraturadas. A cada minuto que se passava a situação da vítima se complicava. Muita gente parava na rodovia e se prontificava a ajudar a polícia e o Samu o cortar as ferragens. 

Quando, enfim, foi retirado do interior do carro, Jéferson já tinha perdido a consciência. O estado era grave. Menos de uma duas horas depois de dar entrada na emergência do hospital eunapolitano Jéferson não resistiu aos ferimentos e morreu.


Prováveis causas
A Polícia Rodoviária Federal ainda está investigando as causas do acidente, que aconteceu eu uma curva ondulada. A pista estava molhada devido às chuvas da tarde. O impacto da batida foi tão violento que um dos eixos traseiros do caminhão se desprendeu e parou na margem da rodovia.

O motorista da carreta nega responsabilidade. Ele afirmou que o acidente foi provocado pelo servidor público. 'Eu estava descendo, ele comeu faixa e bateu no primeiro eixo da minha carreta. A velocidade devia ser muito grande. Pois eu estava descendo a uns 30, 40 quilômetros por hora e arrancou meio eixo', afirmou Alessandro Gardimani, 31 anos, que não ficou ferido.


Jeferson morava em Itabela e trabalhava de segurança na Estação da Ceplac, órgão do governo federal. O corpo vai ser velado na Igreja Assembléia de Deus, onde ele congregava.
.