segunda-feira, 30 de Setembro de 2013

Grave acidente na BR-101, próximo do povoado de Rancho Alegre, no município de Caravelas.

O grave acidente automobilístico do tipo colisão aconteceu por volta das 5h deste domingo (29) na rodovia BR-101, proximidades do povoado de Rancho Alegre, no município de Caravelas, quando um Volkswagen Gol, de cor branca, placa MSW-2486, licenciado de Pedro Canário-ES., que saiu de Helvécia, distrito de Nova Viçosa e seguiria para Teixeira de Freitas, bateu de frente com um caminhão Mercedes Benz, placa de aluguel MQV-0521, licenciado de Aracruz-ES. Segundo apurou a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista do caminhão, identificado como Lucas João Mavonni, que seguia de Teixeira de Freitas para Posto da Mata, em Nova Viçosa, fez uma manobra indevida ao tentar entrar em um posto de combustível, momento que chocou-se com o Gol.
O condutor do caminhão nada sofreu, mas no veículo menor morreram na hora o motorista Lucas Lima Martins, de 21 anos, morador da avenida Estados Unidos, no bairro Cidade Nova, em Itabatã, distrito de Mucuri e Adrielly Benetti Fernandes, de 20 anos, que residia na avenida Diagonal Norte, bairro Bela Vista, em Teixeira de Freitas. Uma terceira ocupante do Gol identificada como Tais Pereira Portela de Souza ficou ferida e foi internada no Hospital Municipal de Teixeira de Freitas. As últimas informações dão conta que a jovem não corre risco de morte.

Segundo informações levantadas pela Polícia Civil de Teixeira de Freitas os três jovens tinham participado de um evento festivo no distrito de Helvécia, em Nova Viçosa e Lucas trazia as duas amigas de volta para Teixeira de Freitas, sendo que em seguida retornaria para Itabatã, onde residia.
 
O motorista do caminhão insistiu em dizer que parou no acostamento da rodovia e deu seta, informando que ia tomar rumo ao posto de combustível. Mas populares que viram a colisão contrariaram a informação e foram categóricos ao afirmar que o caminhoneiro entrou de vez no acesso e acabou surpreendendo o motorista do Gol, esse que não teve tempo de desviar.

Os corpos foram removidos ao IML de Teixeira de Freitas e neste mesmo domingo (29), após necropsia, acabaram sendo liberados aos familiares para velório e sepulto. O caso segue sendo investigado pelo delegado Maderson Dias, titular de Caravelas, que deve informar nos próximos dias sobre o indiciamento do condutor do caminhão, se o enquadra por homicídio culposo, quando não há intenção de matar ou doloso, quando o agente (motorista) ao optar por uma manobra perigosa e indevida, assume o risco de provocar um acidente, resultando em morte.teixeiranews